Importância do planejamento tributário: 4 riscos da ausência para o faturamento corporativo

Importância do planejamento tributário: 4 riscos da ausência para o faturamento corporativo

Conheça os principais riscos financeiros de não contar com um planejamento tributário na sua empresa para evitar colocar o faturamento corporativo em risco.

A importância do planejamento tributário é gigante para qualquer empresa que almeja mais competitividade e longevidade em seu segmento de atuação. Em um país onde, aproximadamente, 50% das empresas fecham as portas por problemas financeiros, é preciso manter a gestão de tributos em dia.

Mas não é apenas uma questão de evitar a falência da empresa. Uma gestão de tributos organizada também pode potencializar um negócio e aumentar sua concorrência no mercado. Assim, para gestores que buscam aumentar o faturamento, ter um planejamento tributário de alto nível é fundamental.

Dessa forma, separamos 4 riscos que sua empresa pode correr ao não contar com o planejamento de tributos no dia a dia. Quer conhecer a verdadeira importância do planejamento tributário? Então, continue lendo o conteúdo que preparamos.

1. Grande desperdício de dinheiro

Como gestor de empresa, ou responsável pela área financeira, é certo que a sua missão é evitar o desperdício de dinheiro, correto? Nenhuma empresa pode sobreviver muito tempo com os recursos vazando pela torneira.

Nesse ponto, a importância do planejamento tributário é tamanha, que vai evitar que tributos sejam pagos de forma excedente ou pior: que deixem de ser pagos por desorganização dos responsáveis da área — e isso é bem comum no dia a dia, pode acreditar.

De qualquer forma, os recursos precisam ser alocados de forma correta para que não haja nenhum desperdício e, por consequência, possam ser utilizados na expansão da empresa perante seu segmento de atuação.

2. Mais probabilidade de autuações

A desorganização no planejamento tributário também aumenta consideravelmente a probabilidade de autuações pelo mau gerenciamento dos tributos. E isso acontece pela melhora dos processos de inspeção da Receita Federal, por exemplo.

Desde a implementação do SPED, os fiscais da RFB têm mais facilidade para selecionar e inspecionar a área tributária das organizações e, com isso, as chances de detectarem falhas no pagamento de tributos é imensa.

Assim, a autuação por falhas no pagamento de tributos vai afetar diretamente o faturamento da empresa, que, consequentemente, vai desencadear o problema para outras áreas da corporação.

3.1 Impedimentos e prisões

Ainda neste tópico, além das multas que afetam diretamente o caixa da empresa, os casos mais graves do não pagamento dos tributos podem causar o bloqueio dos bens empresariais, do sócio e até prisões.

Com pena prevista de 6 até 2 anos de detenção, além de um pagamento de multa que pode chegar até 500% do valor devido, o empresário que não dá a devida importância para o planejamento tributário também pode ser punido nesse sentido.

3. Não conformidade com as atualizações tributárias

O sistema tributário brasileiro é altamente complexo e, segundo algumas fontes, injusto. Com 32% do PIB brasileiro correspondendo ao pagamento de tributos. Por isso, há anos ocorre a discussão no governo sobre a reforma dessa área.

E o problema dessa complexidade é que as empresas precisam dedicar esforços gigantescos para se manterem atualizadas e dentro do que a legislação espera. Qualquer erro pode resultar em uma não conformidade, o que vai resultar em impacto direto ao faturamento empresarial.

Nesse ponto, é arriscado ficar à mercê do processo tributário brasileiro. Então, é essencial contar com uma consultoria tributária para dar todo o apoio e manter a empresa operando dentro das complexas regras de tributos do país.

4. Mais risco para o futuro da empresa

Todo impacto no faturamento causa risco para o futuro da organização. E essa é a principal importância do planejamento tributário, que reduz o desperdício de dinheiro e, por consequência, ajuda a empresa a ter um futuro mais próspero.

Em tempos complexos e competitivos, onde cada centavo precisa gerar lucro e não há muita margem para falhas — principalmente financeiras —, é preciso pensar no planejamento tributário como uma ferramenta para expansão.

Os créditos tributários, por exemplo, permitem que recursos sejam recuperados para o pagamento de tributos atrasados ou futuros. E eles só são conquistados com uma análise criteriosa dos valores pagos de forma indevida ou do não uso de benefícios fiscais.

Sendo assim, empresas que desejam ter um desempenho de alto nível precisam de muita organização em todos os aspectos. Desde a gestão de pessoas até o planejamento de tributos, é preciso que a companhia funcione de forma totalmente otimizada e com pouco impacto negativo no faturamento.

Entendeu a importância do planejamento tributário no faturamento empresarial?

Ficar sem qualquer tipo de planejamento tributário é um grande risco para o dia a dia da empresa. Seja pelo risco de falência ou por atrapalhar os planos de crescimento da organização, é essencial manter o pagamento de tributos sob controle.

Nesse sentido, a DallaPria Advogados pode fornecer a melhor consultoria tributária para sua empresa. Com vários anos de atuação no mercado, temos a expertise necessária para organizar o planejamento de tributos e, assim, eliminar os riscos que a má administração dessa área pode causar.

Portanto, se você precisa de assessoria tributária especializada, conte conosco. Entre em contato agora mesmo e nos traga a sua necessidade. Será um prazer imenso ajudá-lo.

Gostou desse conteúdo? Então você também poderá gostar desse material: Por que contratar uma consultoria tributária: 5 principais motivos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.